ofurô

e agora, o que será?
que vai preencher o vazio
que vai ceder o ombro
que vai encher o copo
que vai habitar o peito
quando nada restou

e agora, o que virá?
assim que a verdade foi dita
assim que a maldade foi posta
assim que os braços se foram
assim que o canto cessou
quando nada restou

e agora, o que quereis?
até que a semente germine
até que os lábios se expandam
até que o corpo se pronuncie
até que a vida renasça
quando nada restou

Participe. Deixe seu comentário.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s