Vicky, Cristina, Giullia & Los Tellarini

Woody Allen sempre tem seu brilhante jeito de dirigir e atuar em filmes. Uma característica marcante que percebo sempre é a narração em terceira pessoa. Em vários deles o telespectador acompanha a costura da trama de forma passiva e direta. É assim e pronto. Eu narro, vocês vêem, interpretam como quiserem e a vida continua. Em Vick Cristina Barcelona, contudo, o que mais me chamou a atenção não foi um triângulo amoroso bem novela da Globo entre Javier Bardem, Scarlett Johansson e Penélope Cruz – que, na verdade, não passa de uns beijinhos bem fraquinhos e uns tragos muito mal dados no cigarro em punho.

O triângulo amoroso que quase deu certo na trama de Woody W.

O que chama atenção e vale a pena o repeteco é a trilha sonora, principalmente na canção Barcelona – que abre com merecidos aplausos a película. A história da banda, como consta em seu próprio Myspace, é fruto dos caminhos que o destino possibilita colocando Giulia Tellarini (Itália) e seu acordeom na mesma rota de Maik Alemany e Jens Neumaier. Com uma voz marcante e singela, Giulia & Los Tellarini começam o projeto de musicar paisagens ao redor do mundo: o calor do Mediterrâneo, o tremendismo Latino, a tragédia do México, as sutilezas de Barcelona etc etc etc.

Giullia e Los Tellarini - sons do e sobre o mundo

E foi durante sua jornada musical que o grupo, com ajuda de outros músicos e amigos, criou as canções de “Eusébio” – um cartunista já aposentado, porém reconhecido. O destino mais uma vez faz uma cópia de “Eusébio” cair nas graças do bom velhinho, Woody Allen, que fascinado com a música de Giulia & Los Tellarini decidi incluí-los na trilha sonora de “Vicky Cristina Barcelona”.

Além de “Barcelona”, “La Ley del Retiro” está na trilha sonora – que você pode baixar aqui. A agenda do grupo conta com shows em Atenas, Texas e Suíça neste fim de ano e início de 2010. Uma salva de palmas para a música italiana que, de certa forma, muito nos chega apenas nos macarrones repetidos dos clássicos Pavarotti e Andréa Bocelli.

Garçom, desce o miojo e som no talo!

Participe. Deixe seu comentário.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s